Médico é apontado como causador de acidente com morte

Um médico da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Novo Horizonte foi indiciado pelo delegado Marcel Fehr como causador do acidente que terminou com a morte de Marcos da Silva Rocha, de 28 anos, na manhã desta segunda-feira (20) na Alameda CESP, no bairro do Fazenda Grande, em Jundiaí.

Segundo apurou a equipe de investigadores da Polícia Civil, momentos antes o médico, que tinha saído do trabalho, bateu o seu Jeep Compass, com placas de Sorocaba, em um Virtus, de motorista de aplicativo.

O motorista do Virtus passou a seguir o Jeep e buzinar, para que o médico parasse.

Depois de cinco quilômetros seguindo o Jeep, o médico entrou na contramão de direção e bateu no Citroën C3, em que estavam duas pessoas, sendo uma mulher e Marcos da Silva Rocha.

A mulher foi socorrida ao Hospital São Vicente de Paulo e está internada.

Marcos não resistiu aos ferimentos e faleceu. O seu corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí para exames necroscópicos.

O sepultamento ocorre nesta manhã de terça-feira no Cemitério do Montenegro. A vítima residia no Jardim das Tulipas.

Segundo o motorista do Virtus, após o Jeep bater contra o C3, o seu carro bateu na traseira do Jeep.

Dois dos carros capotaram.

O delegado Marcel Fehr pediu a realização de perícia da Polícia Científica no local, para determinar a dinâmica do acidente, e confirmar a versão do motorista do Virtus.

O médico vai responder processo por Homicídio Culposo (que não tem intenção).

 

%d blogueiros gostam disto: