Grupo que atacou estudantes é investigado por Associação Criminosa, diz MP

O promotor de Justiça de Jundiaí, João Alfredo Ribeiro Gomes de Deus, está acompanhando o Inquérito Policial (IP) da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) que apura eventual cometimento de crimes tipificados no Código Penal, tais como lesão corporal, constrangimento ilegal, arremesso de projétil e associação criminosa.

Na quinta-feira (3/11), um grupo de homens que protestava contra o resultado da eleição presidencial, proclamado no domingo pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), invadiu um ônibus no qual estavam estudantes da Escola Técnica Vasco Antônio Venchiarutti e atacou os adolescentes.

Há vídeos registrando as agressões.

Dois dos suspeitos já foram identificados.

O delegado que cuida do caso, Carlos Eduardo Barbosa Soares, disse ao “Jornal da Região” que já identificou todos os envolvidos.

As vítimas foram ouvidas no Plantão Policial pelo delegado Alexander de Paula Silva.

Um dos estudantes ficou ferido com pedra que quebrou o vidro da janela do ônibus.

Assim que o delegado concluir o inquérito o Ministério Público vai apresentar a denúncia ao juiz criminal do município.

 

Fonte: Ministério Público / JR

%d blogueiros gostam disto: