Programa Mais Asfalto chega à Estrada da Pedra Santa

A Estrada da Pedra Santa, no Corrupira, é mais uma via rural de Jundiaí melhorada com recursos da fase 2 do programa Mais Asfalto, que há mais de um ano vem transformando as ruas e avenidas da cidade. Homens e máquinas estão trabalhando na estrada de 2,2 quilômetros de extensão, cujos trechos com asfalto compreendem do campo São José à igreja do bairro e da estrada do mesmo campo até o morro da Abadia, na divisa com Louveira.

A segunda etapa do Mais Asfalto é focada nas vias rurais de Jundiaí. Nela, a Prefeitura, por meio da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), está desenvolvendo o projeto “Caminhos Sustentáveis”, destinado à melhoria das condições de trafegabilidade dessas estradas.

As obras na Estrada da Pedra Santa ficarão prontas nos próximos dias, com investimento previsto de R$ 700 mil.

Está sendo utilizado um “pavimento ecológico”, feito com materiais como cascalho existentes nas estradas já pavimentadas. O asfalto é produzido através de um equipamento que mais parece um grande trator, dotado de um potente cilindro dentado). Este trator tritura o material existente juntamente com cimento Portland previamente aplicado sobre o leito da estrada.

Essa mistura é compactada com alta energia, utilizando-se potentes rolos vibratórios. O resultado é uma base com excelente capacidade de carga. Sobre essa base é colocada uma camada de revestimento asfáltico, que tem por objetivo proteger a base e permitir mais conforto na trafegabilidade, eliminando o barro e a poeira.

“A pavimentação dessas vias gera uma economia anual de aproximadamente R$ 3 milhões aos cofres públicos, uma vez a Prefeitura economizará com a uma quantidade bem menor de serviços de suas equipes de manutenção, principalmente em épocas de maior incidência de chuvas”, ressalta Adilson Rosa, gestor da UGISP.

A melhoria de 33 quilômetros de vias na fase 2 do Mais Asfalto terá investimento total de R$ 9 milhões.